Acesso à informação
WEBMAIL
Natal

(84) 3215-2731

Mossoró

(84) 3312-3156

Você está aqui: Home » Destaques » Congresso reúne mais de 300 pessoas para debater Economia Solidária no IFRN

Congresso reúne mais de 300 pessoas para debater Economia Solidária no IFRN

Publicado em: 06/12/2018 10:50

WhatsApp Image 2018-12-05 at 22.18.35

O primeiro dia do Congressol (I Congresso de Economia Solidária do IFRN) foi marcado pela forte participação de grupos de Economia Solidária de mais de 25 municípios de todo RN.

Artesãs e artesãos, agricultores e agricultoras familiares, profissionais da Economia Criativa e cultural, mulheres e jovens da cidade e do campo, juntaram-se à alunos, professores , técnicos do IFRN e outros interessados com o propósito de debater os rumos da Economia Solidária no Brasil e no Rio Grande do Norte.

A solenidade de abertura contou com a presença de representantes do projeto GerAção Solidária (um dos realizadores do evento), do Centro Comunista 8 de Março, de Mossoró (em nome da sociedade cívil organizada), da Reitoria do IFRN, através do reitor em exercício Marcos Oliveira e de uma comitiva da Senaes (sub-secretaria de Econonia Solidária vinculada ao Ministerio do Trabalho).

MESA DE ABERTURA
Entre as atividades das primeiras 12h de programação do Congressol que foram realizadas nesta quarta-feira (05), destaque para a mesa de abertura conduzida pela pesquisadora e pesquisadora da UFRPE, Andrea Buto, referência nacional no tema da Economia Solidária, que jogou luz sobre a “Tranformação social e resistência política” e como esse modelo de sociedade e economia é fundamental nos dias de hoje.

“Quando a gente fala de Economia Solidária a gente precisa separar esse conceito e seus valores da economia clássica capitalista. Economia Solidária é um contra-movimento à essa hegemonia. É uma forma de resistência”, explicou Buto em sua intervenção.

Também ocorreu, durante todo o dia no IFRN-Central, onde o evento está acontecendo, oficinas, intercâmbios e apresentações culturais, dentre elas a exibição da peça “O Maquinário”, encenada pelo Núcleo de Artes do IFRN-Mossoró, que trata da aceitação das diferenças humanas e do princípio da tolerância.

“Esse evento é uma escola para mim. Sinto que tenho aprendido muito com tudo que vivencio e posso participar aqui. E olhe que é só o primeiro dia”, conta Francisca de Lima Moraes, integrante de um grupo de Apodi.

MAIS PROGRAMAÇÃO
Na quinta-feira, 06, o Congressol continuará com a realização de 13 oficinas e minicursos, exposição de vídeos e as mesas redondas sobre Juventude e Mulheres e sua intersecção na Economia Solidária (ver programação completa no link: https://is.gd/Tjw0dP).

O I Congressol é uma realização do projeto GerAção Solidária, do Intituto Federal do Rio Grande do Norte – IFRN, da Fundação de Apoio ao IFRN – Funcern e do Ministério do Trabalho. A programação segue até sexta (07) e a expectativa da organização é que, em seus três dias, mais de 700 pessoas participem do evento.