Acesso à informação
WEBMAIL
Natal

(84) 3215-2731

Mossoró

(84) 3312-3156

Você está aqui: Home » Destaques » Funcern participa de Congresso de Engenharia Sanitária e Ambiental

Funcern participa de Congresso de Engenharia Sanitária e Ambiental

Publicado em: 23/10/2015 8:28
Foto: Ricardo César

Foto: Ricardo César

No período de 4 à 8 de outubro, no Centro de Convenções Riocentro, na cidade do Rio de Janeiro, foi realizado o 28º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. O evento, promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes), contou com a participação de diversas autoridades da área e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (Funcern) foi representada pela consultora Wagna Dantas.

O evento teve como objetivo discutir as alterações climáticas e a gestão de saneamento ambiental, reunindo o maior número de profissionais e estudiosos na área para debater e refletir o tema. A participação da Funcern se justificou dada a importância das discussões sobre o saneamento básico e ambiental no Brasil, visando ampliar os conhecimentos na área no sentido de buscar novas perspectivas para o setor e, assim, fomentar nossa participação em projetos relacionados.

O congresso reuniu cerca de cinco mil profissionais, acadêmicos, gestores, estudiosos e estudantes do saneamento e do meio ambiente, para debater a crise hídrica, as alterações climáticas e a gestão do saneamento, propondo a construção de uma agenda mínima para o saneamento no Brasil.

De acordo com o presidente da Abes, Dante Ragazzi Pauli, “é preciso que se continue com estas reflexões, pois nossa mobilização – a mobilização da Abes e do setor de saneamento – foi o que nos trouxe leis que há pouco tempo não tínhamos e o aumento do nível de investimentos, ainda que muito aquém do necessário”.

Para a consultora Wagna Dantas a presença da Funcern renderá bons frutos para a atuação profissional da Fundação. “A atualização do nosso conhecimento quanto as questões de saneamento básico, recursos hídricos e resíduos sólidos, deixa a Funcern ainda mais preparada para acompanhar a evolução das questões ambientais, o que já é uma tendência mundial”, finalizou.